Luego de 54 años de Hospitalidad, se cierra el Centro Integrado de Assistência e Saúde de Nª Sª do Caminho

La presencia de Hermanas Hospitalarias en Brasil data desde 1963 y cuenta con tres centros propios: Centro Integrado de Assistência e Saúde de Nª Sª do Caminho, Centro Integrado de Assistência e Saúde de Nª Sª de Fátima ubicados en San Pablo y el Centro Integral de Saúde São Bento Menni el cual se encuentra en la ciudad de Divinopolis- Minas Gerais.

En los últimos años estos centros se han visto afectados por la crisis política, social y financiera del país y por las políticas de desinstitucionalización de los hospitales psiquiátricos y por lo tanto a la reducción de camas. Es verdad que los pocos recursos van destinados a la atención comunitaria, pero esta no cuenta con los dispositivos suficientes para resolver el problema de muchas personas con enfermedades psiquiátricas en las calles.

Estos factores y otros, llevan a la Congregación a discernir a la luz del documento del XX Capítulo general en el Camino 5 a analizar en este momento coyuntural las obras de Brasil “con base a criterios carismáticos y asistenciales, definiendo el posicionamiento estratégico de los centros y estudiando nuevas formas jurídicas para darles continuidad, al igual que gestionar el área económica y financiera garantizando la sostenibilidad de las obras diversificando las fuentes de financiamiento.

Las hermanas de la Provincia de América Latina se lanzan a buscar con creatividad y osadía esas nuevas formas de respuesta que sigan haciendo visible el carisma en América Latina. La salud mental sigue siendo una frontera y exige de nosotras detectar esos espacios y dar una respuesta dinámica.

En ese proceso se ve más conveniente el cierre del Centro Integrado de Assistência e Saúde de Nª Sª do Caminho y aunque no deja de ser doloroso hoy queremos compartir con Ustedes Familia Hospitalaria los testimonios de lo que significa este momento, para muchos colaboradores. Las vivencias hablan del crecimiento de sus vidas en este centro de Hermanas Hospitalarias, no solo a nivel laboral, sino también familiar y espiritual.

  1.  O que significa a Unidade do Caminho em Sua Vida?
  2. Como está vivendo este momento de encerramento?

Olivia Kazuko - Financeiro

1 - O que poderia dizer depois de 36 anos prestando os meus serviços nesta Unidade? Posso dizer que é o meu segundo Lar, pois permaneço aqui quase o mesmo tempo em que estou em minha residência. É como um Lar onde temos: - Muito amor, muita dedicação, muitas amizades, muito carinho, muito respeito ao próximo. Resumindo significa uma segunda família!

 

2- É muito triste ver uma Empresa que sempre se empenhou em atender a todos com muita dedicação e respeito, estar nesta situação de encerramento de suas atividades. Estou sofrendo muito pelo fechamento, pela separação de amigos de curtas e longas datas, mas a promessa é de que a amizade continua independente da separação, pois o que no uniu foi o amor que sempre tivemos ao Caminho.

Peço a Deus que reserve algo de muito bom para todos e tenho fé de que tudo pelo qual estamos passando é para um bem maior e que o Caminho Renascerá!!!!

 

Aparecida Fernandes – Faturamento

 

1- O Caminho Significa uma história, uma vida, foi um grande aprendizado, tive momentos felizes, percas, e levei tombos, mas consegui levantar.

 

2- Triste, sem palavras, é muito triste pelo lado humano, a falta de atendimento que não terão mais os pacientes, e os colaboradores desempregados.

Claudia Otavia- Serviço Social

 

1 – O Caminho para mim tem um grande significado, aqui aprendi muito sobre a valorização da vida, oportunidade de ser feliz realizando meu trabalho e ajudando pessoas de forma positiva ao nosso redor, isso traz muita felicidade.

 

2 – Este momento de encerramento é mais um ciclo que se encerra em minha vida, momento de tristeza mas a sensação é inexplicável, vamos seguir em frente reinventar, fazer novos planos, as Irmãs Hospitaleiras todo meu carinho e amor.

Eliana Bordino – Farmácia

 

1 -Significa um lugar de aprendizado, juntamente com as irmãs, pacientes e colaboradores, de onde dá para tirar bastante experiência.

 

2 – Um momento intenso, porque cada um vai seguir seu caminho, as amizades de longo tempo tornou-se um vínculo, ficamos tristes.

 

Antônio Monteiro - Manutenção

 

1 – Significou muita coisa boa, e foi muito bom durante anos.

 

2 – Muito triste, depois de 21 anos de trabalho é triste terminar com um fechamento.